14:35 - 24 de maio de 2024.

Cafeteria do Museu do Café é atração imperdível em...

Cafeteria do Museu do Café é atração imperdível em Vassouras

 em Cultura

Apreciadores de um bom café já podem comemorar com a inauguração da Cafeteria do Museu do Café em Vassouras. E para ficar ainda mais charmoso, o espaço oferta, além do café com grãos cuidadosamente preparados, uma verdadeira aula de história. Isto porque a Cafeteria e o Museu são parte da Fazenda São Luiz da Boa Sorte, datada de 1835, que ostenta até hoje sua pujança. O esmero do local é fruto do trabalho incansável do casal Nestor
Rocha e Liliana Rodriguez, proprietários do espaço.

 

Imponente, a São Luiz da Boa Sorte, fica na BR-393, Km 210, e está totalmente restaurada. Como atestam historiadores, museólogos e arquitetos, a fazenda na verdade é um grande museu. Seu conjunto arquitetônico, um
equipamento do Século XIX, foi tombado pelo INEPAC em 2008.

 

CAFETERIA

Um capítulo à parte é destinado ao Museu do Café e sua Cafeteria. O espaço, pensado para o apreciador de cafés especiais, propicia aos visitantes acompanharem o processo de torrefação. Já o Museu conta com a colaboração de Emerson Freitas, um dos mais respeitados Q-Grader do Brasil, profissional qualificado e certificado, responsável pela qualidade dos cafés especiais ao redor do mundo.

 

O trabalho conjunto da dupla Nestor Rocha e Emerson resulta na criação de blends especiais com a marca do Museu, oferecendo aos visitantes uma experiência inesquecível proporcionada por uma bebida exclusiva. Essa exclusividade, segundo Nestor e Emerson, estaria garantida com um blend que reunisse nas proporções corretas os melhores cafés de regiões diferentes, como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Caparaó.

 

Para consolidar o projeto, Emerson Freitas convidou para a empreitada o Barista Hiago Camilo, responsável pela torra que produz os blends Café du Museu. Estão nestes blends cafés campeões nacionais e regionais. “Trabalhar com os melhores é juntar os atuais campeões. No próximo ano podem surgir novos campeões, cafés maravilhosos, que com certeza iremos trabalhar. Mas o café campeão é resultado de vários fatores que variam de ano para ano, de colheita para colheita”, explicou Nestor, acrescentado que, “por isso realizamos nossa busca constante para trazer os melhores cafés e produzirmos os blends exclusivos do Museu do Café”.

 

Emerson Freitas faz coro a Nestor Rocha e lembra que o conceito do blend é a ideia de ter uma bebida exclusiva. “E vamos continuar trabalhando para descobrir os melhores cafés”, completou.

– Tivemos uma grata surpresa com a visita à Fazenda São Luiz da Boa Sorte, onde tivemos uma explanação factual sobre a origem do café, sua importância para o mercado, além das marcas, com suas especialidades e formas de plantio. É uma experiência incrível e saborosa que recomendo – ressaltou a carioca Mariana, que visitava a fazenda.

 

 

FAMILIA 

Sempre juntos, Nestor Rocha e Liliana Rodriguez mostram a força do trabalho em família, e como presidente do Preservale, ele acredita que sua função também é antecipar tendências e trazê-las para o Vale. “Acreditamos que, ao promover um produto com as características dos blends do Museu, estamos criando esta tendência no Vale”, diz.

 

FAZENDA

A Fazenda São Luiz da Boa Sorte continua com sua plantação de café, com técnico responsável pela seleção de mudas, visando a ampliação da área de plantio. O foco

ainda é a combinação do projeto Mata d’água de reflorestamento e proteção de nascentes, onde, segundo os proprietários anunciam, certamente vai acontecer a experiência do café sombreado.

 

CAPELA

A capela de São Luiz, erguida há cerca de 170 anos, completa a lista de atrações da fazenda. No oratório, são realizadas missas mensais, todo dia 25, em homenagem a Frei Galvão, primeiro santo nascido no Brasil.

A igreja de São Luiz recebe todos os meses centenas de pessoas da região e do estado. Após as cerimônias religiosas, são distribuídas as famosas pílulas milagrosas do Frei Galvão.

A Fazenda São Luiz da Boa Sorte faz parte do circuito do Festival Vale do Café, realizado na segunda quinzena de julho.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também