07:34 - 23 de julho de 2024.

Festival Vale do Café chega em julho com grandes n...

Festival Vale do Café chega em julho com grandes novidades

 em Cultura

Evento terá dois finais de semana, além da participação de mais fazendas, entre elas a Fazenda Floresta em Vassouras

 

Definido os últimos detalhes do Festival Vale do Café, que será realizado entre os dias 19 e 28 de julho, em cidades da região. Nesta edição de 2024 (19ª), haverá grandes novidades. Entre elas está o fato de que serão dois finais de semana de Festival. Outra novidade é a participação de novas Fazendas, entre elas, a Fazenda Floresta em Vassouras, que pertenceu ao Engenheiro Marco Capute, Ex-presidente da Fundação Educacional Severino Sombra, já falecido.

 

A abertura do espaço para a participação dos integrantes do Arranjo Produtivo Local (APL) que poderão comercializar seus produtos artesanias (Café, Queijo e Cachaça) nas fazendas, também agradou. Em Vassouras haverá também um Empório para que os produtores locais possam vender seus produtos. “Para esse ano, o Festival será ainda melhor. Só esses detalhes de ter 2 finais de semanas e a possiblidade de podermos comercializar nossos produtos, faz toda diferença para quem trabalhará e para quem vem como turista para aproveitar”, comentou um dos Produtores do APL.

 

Em Pirai, cidade que volta a participar do Festival Vale do Café, haverá uma apresentação especial, no dia 25, na Igreja Matriz de Santana, com Cristina Braga e Ricardo Medeiros no recital “Floresta de Sons”.

Segundo Gustavo Tutuca, o Festival Vale do Café é um dos principais atrativos turísticos do Estado do Rio, com o apoio da Setur-RJ, que ajuda na economia e na geração de renda e empregos.

“Além das muitas opções culturais, artísticas e gastronômicas para os moradores do próprio Vale do Café, o Festival recebe turistas de todo o país, o que movimenta a economia e gera renda e trabalho para a região. Certamente será um grande sucesso” Disse Tutuca.

Cidades participantes

Pirai, Valença, Paulo de Frontin, Barra do Piraí, Paty do Alferes e Vassouras.

Fazendas participantes

Fazenda Floresta, União, Santa Rosa, Florença, Aliança, Fazenda das Palmas, Vista Alegre, São Luiz da Boa Sorte, São João da Prosperidade e Fazenda Monte Alegre.

A Fazenda Floresta, em Vassouras, foi construída no século XX e apresenta todas as características de antigas fazendas da região, quando o Vale do Paraíba foi o maior produtor mundial de café. Foi construída por Gilberto Faria, banqueiro, advogado, empresário e político mineiro. Em segundas núpcias, Gilberto foi casado, por 30 anos, com Inês Maria Neves de Faria, filha do ex-presidente Tancredo Neves. Inês Maria participou diretamente de todos os projetos que envolveram a construção da Fazenda Floresta.

De arquitetura imponente, a fazenda é cercada por uma linda floresta, com lago e palmeiras que encantam os visitantes. Já no século XXI, foi adquirida pelo Engenheiro Marco Capute, que escreveu um importante capítulo na história recente da região, ao presidir a Fundação Educacional Severino Sombra, mantenedora da Universidade de Vassouras. Com gestão inovadora, Capute foi responsável direto pela recuperação e expansão da Fusve. Na Fazenda, ele viveu os últimos anos de sua vida, deixando ali marcas de sua presença.

É uma fazenda que merece ser visitada, pois traz toda beleza das fazendas históricas do Vale do Café, tão procuradas e admiradas. Sua beleza e história recente mais que justificam conhecê-la.

Programação Fazenda Floresta: dia 20 de julho, às 15h, com visitação até as 16h30. Inclui visita à Sede e ao Centro de Desenvolvimento de Genética Bovina. Lanche das 16h às 17h. Concerto as 17h.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também