23:12 - 28 de maio de 2024.

André Corrêa nas redes sociais: ‘estive preso por ...

André Corrêa nas redes sociais: ‘estive preso por um erro do Banco Itaú’

 em Brasil

 O deputado estadual André Corrêa (DEM) publicou em suas redes sociais no dia 4 de abril um texto em que afirma que esteve preso, a partir da Operação Cadeia Velha, por um erro do Banco Itaú. O deputado postou a cópia de um extrato de conta-corrente de José Antônio Machado, seu assessor, em março de 2016. “Em defesa na ação movida pelo deputado estadual André Corrêa, o Banco Itaú explicou como depositou na conta de José Antônio Machado, assessor do parlamentar, os fatídicos R$ 34.161.208,00 que determinaram a prisão do político. O caixa digitou o número do banco (341), a agência (6120) e o comando interno da operação (08) no lugar do valor do depósito. Ou seja 341 6120 08 totalizaram R$ 34.161.208,00 e não R$ 5.595,00, valor correto do cheque depositado”, diz o post.

A publicação do parlamentar segue contando os detalhes do episódio. “O erro é narrado em documento dos advogados do Itaú, Wambier Associados, na ação em que André Corrêa solicita indenização por danos morais. A trapalhada do banco, ou erro operacional, como preferem os advogados da empresa, foi determinante para a decretação da prisão do parlamentar. Corrêa permaneceu preso por quase um ano sem sequer ter sido ouvido. Apesar de alertada para o fato, a Justiça Federal não retrocedeu durante todo este tempo”.

André Corrêa: “Surreal !!!! Contando, você não acreditaria. Por isso estou processando o Banco Itaú”.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias

a7e055cf-bed6-45d1-a131-2c0433ea9a22

Edição Digital

Veja também