18:34 - 23 de maio de 2024.

Infarto agudo mata Cleonice Ribeiro aos 87 anos

Infarto agudo mata Cleonice Ribeiro aos 87 anos

 em Vassouras
Um infarto agudo matou a dona de casa Cleonice Ribeiro, 87 anos, enquanto ela dormia,
em sua residência na Rua Maria Gomes, no Madruga, na tarde da sexta-feira, dia 24.
Dona Cleonice deixa a filha Adriana Ramalho Ribeiro. Ela foi sepultada no Cemitério Nossa Senhora da Conceição, no Centro Histórico.
Natural de Quatis, então distrito de Barra Mansa, ela se radicou em Vassouras em 1965, casada
com o ex-deputado estadual Elzio Ramalho, servidor público federal. Com o ex-parlamentar foi
casada por 45 anos. Quando Ramalho faleceu, em 2012, já estavam separados.
Em Vassouras, Cleonice construiu amizades e se envolveu em projetos sociais. Fez parte da Casa da Amizade, a entidade criada para congregar as mulheres dos rotarianos. Foi muito atuante
no departamento feminino da Maçonaria no início dos anos 1990. Na Colméia, um grupo de senhoras da sociedade vassourense, fazia a doação de enxovais para recém-nascidos e cobertores para comunidades carentes de Vassouras.
“Minha mãe construiu muitas amizades ao longo da vida. Era uma pessoa extremamente amável,
generosa, sempre com um sorriso no rosto. Vai deixar muitas saudades”, afirma a filha única, Adriana.
Ela deixa ainda os netos Maria Clara Ramalho Freitas, Moreno Ramalho Freitas e Júlia Bellinassi Ramalho e um bisneto, Antônio Teixeira Ramalho.

Comentários

Uma resposta

  1. Marlos França e equipe brindando os vassourenses mais uma ótima edição da nossa querida TRIBUNA DO INTERIOR. Parabéns !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também