18:55 - 23 de maio de 2024.

Obras de recuperação na Serra de Paracambi devem c...

Obras de recuperação na Serra de Paracambi devem começar esse mês; orçamento prevê investimento de 110 milhões

 em Região

Prefeitura de Frontin e DER abrem trajeto alternativo ligando Graminha a Paes Leme

 

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro) deve iniciar em meados desse mês as obras emergenciais para a liberação do trecho da RJ-127 interditado desde as chuvas de fevereiro. As obras foram orçadas em 110 milhões de reais. As informações foram divulgadas pela prefeita de Paracambi, Lucimar Ferreira (PL) em seu perfil em uma rede social.

Após um estudo técnico, o DER divulgou que as intervenções incluem contenção de encostas, drenagem e reconstrução do pavimento. O projeto prevê a construção de um viaduto de 150 metros de extensão para substituir um trecho da rodovia que foi totalmente destruído pelas fortes chuvas. No site do DER, o presidente do órgão, Pedro Ramos, alertou para os riscos a que estão sujeitos motoristas que insistem em trafegar pelo trecho afetado, apesar da interdição. “Estamos empenhados em agilizar as obras na RJ-127. Entendemos que o mais importante é oferecer uma via segura e de qualidade para todos”, ressaltou.

Segundo a assessoria de imprensa, equipes do DER trabalham desde 22 de fevereiro na limpeza da rodovia com o uso de retroescavadeiras e escavadeiras na remoção das barreiras que tomaram a pista. A rodovia foi sinalizada com a instalação de placas e painéis de mensagens variáveis, informando a interdição e rotas alternativas, além de alertar para os riscos de trafegar pelo local.

O DER em conjunto com a prefeitura de Engenheiro Paulo de Frontin vem realizando obras de reconstrução de uma via desativada. Utilizada na época do império, a estrada deve estar em condições de receber o tráfego em cerca de três meses. O prefeito Maneko Artemenko tem informado sobre o andamento das obras em suas redes sociais. A estrada liga Graminha, em Paulo de Frontin, a Paes Leme, em Miguel Pereira, já próximo a Japeri. Além de ser uma opção para quem quer vencer a serra, a estrada, uma vez pronta, tem potencial para se tornar um atrativo turístico para Frontin e região por conta de suas belezas naturais.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também