09:30 - 27 de maio de 2024.

Professora Lilia Gílson recebe Comenda General Sev...

Professora Lilia Gílson recebe Comenda General Severino Sombra na Câmara Municipal

 em Vassouras

Dois anos e cinco meses depois, a professora Lilia Maria Gilson de Oliveira Rangel recebeu, enfim, a Comenda General Severino Sombra, a principal honraria concedida pela Câmara de Vassouras. A honraria deveria ter sido entregue em 29 de setembro de 2021, mas Lilia não pôde comparecer por conta das preocupações com a pandemia da Covid 21. A comenda foi entregue na sessão ordinária da quinta-feira, 29 de fevereiro.

Mestre em História pela Universidade de Vassouras; especialista em História do Brasil e História da América Latina; graduada em Canto Coral e Teoria Musical, Lilia atuou como professora universitária, pesquisadora, vice-presidente e secretária geral do Conselho Municipal de Cultura. Na vida acadêmica, tem destacada produção de pesquisa, trabalhos técnicos, capítulos de livros e outras produções artísticas e culturais. Ela foi também diretora da antiga Casa de Cultura Presidente Tancredo Neves, hoje Centro Cultural Cazuza; e subsecretária municipal de Cultura na gestão do então prefeito Pedro Ivo da Costa. Aos 81 anos, Lilia Gílson lecionou até o ano passado, na Universidade de Vassouras. “Eu era a mais antiga professora em atividade”, lembra Lília.

Filha de família tradicional, Lília cresceu em Barão de Vassouras. É casada há 65 anos com o pecuarista Felipe Rangel, que conheceu em Ipanema, na zona sul carioca, e com quem namorou por oito anos antes do casamento. Da união com Felipe, é mãe de Paulinho, Felipinho, Maria Alice e Josiane. As aulas no Conservatório de Música do Rio de Janeiro ampliaram a paixão pela obra do pianista polonês Fréderic Chopin. Paixão que levou Lília a Polônia, onde acabou ministrando aulas. “Gosto de muitos outros compositores, mas a minha paixão é pela obra de Chopin. E eu acabei dando aulas na Polônia por isso”, diz Lilia, que também visitou a China.

Lilia começou a carreira no Magistério na escolinha da Fazenda Santa Mônica, em Barão de Juparanã. Mais tarde, deu aulas na sua Barão de Vassouras e em outras escolas públicas. Com a criação da universidade, estudou Pedagogia e História, além de construir uma sólida e respeitada carreira na Universidade de Vassouras. Até o ano passado era diretora da Casa de Memória General Severino Sombra. Hoje, Lilia cuida da manutenção da fazenda da família, a Cachoeira do Mato Dentro, que integra o circuito de fazendas históricas abertas à visitação no município.

 

A Comenda foi aprovada por unanimidade pelos vereadores. Ex-secretária municipal de Educação e aluna de Lília no passado, Déa da Cruz Leal fez questão de prestigiar a entrega da comenda.

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também