09:40 - 27 de maio de 2024.

Rede elétrica aérea com os dias contados no Centro...

Rede elétrica aérea com os dias contados no Centro Histórico de Vassouras

• Vassouras aprova projeto para construir rede elétrica subterrânea

O município de Vassouras deu um grande passo para revitalizar o Centro Histórico da cidade, com um projeto de paisagismo, proteção a arborização e melhoria das instalações elétricas.
Neste mês de março, a Prefeitura de Vassouras, através da Secretaria de Urbanismo e Patrimônio Histórico (SMUPH), em parceria com o Instituto Cultural Cidade Viva, Instituto Light, Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa e com o apoio do Museu Vila de Vassouras, anunciou a aprovação da primeira etapa do projeto de conversão da rede elétrica e de telecomunicações para uma rede subterrânea, que irá abranger todo o Centro Histórico de Vassouras.
Nesta primeira etapa, segundo o secretário de Urbanismo e Patrimônio Histórico, Geovani Dornelas, está prevista a elaboração dos projetos, a execução da etapa inicial da obra civil (infraestrutura), pesquisa e elaboração de estudos de sustentabilidade e a realização de seminários.
O secretário destacou que “o projeto piloto da rede subterrânea do Calçadão do Artesão, elaborado pelo engenheiro elétrico e servidor público, Raphael Alves, foi fundamental para o estudo que culminou no projeto atual de Iluminação Subterrânea do Centro Histórico”.
O prefeito Severino Dias exaltou o início do projeto que promete remodelar o Centro Histórico de Vassouras, principal cartão postal da cidade.
“Este é mais um grande projeto da nossa gestão, com várias etapas bem complexas, até alcançarmos o objetivo final que é a transição completa de toda a rede elétrica e de telecomunicações para uma rede subterrânea do nosso Centro Histórico. Estamos muito animados com a aprovação desta primeira etapa e seguiremos trabalhando para finalizar este projeto e tornar nossa cidade ainda mais bonita, segura e sustentável”, declarou o prefeito de Vassouras, Severino Dias.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também