09:37 - 27 de maio de 2024.

Vassourense busca parceiros para lançar Museu da C...

Vassourense busca parceiros para lançar Museu da Cachaça na cidade

 Colecionador, Cláudio Martuschelli tem quase 3 mil rótulos da mais brasileira das bebidas

Cláudio Ferreira Martuschelli tinha 13 anos quando visitou o alambique da Cachaça Santo Antônio da Cachoeira, que fica localizada na região que hoje faz a divisa dos municípios de Vassouras, Paty do Alferes e Miguel Pereira. Foi amor à primeira vista. A Cachoeira passou a ser, então, o primeiro rótulo de uma coleção que Cláudio nunca mais parou de aumentar e hoje já beira os 3 mil rótulos. Agora, aos 65 anos, ele busca parceiros para implementar em Vassouras um museu que homenageie a bebida que há séculos faz parte da vida do brasileiro.
A ideia é criar um museu que tenha espaço para os rótulos de Cláudio e também espaço para receber colecionadores de todo o país e suas exposições itinerantes. Para Cláudio, é preciso que se vença o preconceito com a bebida. “É preciso acabar com o estigma pejorativo que se dá à cachaça”, afirma. Ele lembra que entre os três mil rótulos, há os que chegam a valer 10 mil reais. “Há muita qualidade na cachaça produzida hoje no Brasil, cachaças que a cada dia ganham mais espaço no mercado internacional”.
Para Claudio, a melhor cachaça brasileira é, inclusive, produzida em Vassouras. “A melhor cachaça do Brasil, hoje é a Magnífica”. Se a Cachoeira é o primeiro rótulo, o último a entrar na coleção é a Cachaça do Papa. A nova marca, surgida na esteira do bom humor do Papa Francisco, que recentemente fez piada com a relação do brasileiro com a bebida, foi lançada com 120 garrafas.

A número 1 já integra a coleção de Cláudio. “A Cachaça do Papa foi desenvolvida pela paraibana Fernanda Mello e por Nelson Duarete, o primeiro Master Blender especializado em cachaça no Brasil. As garrafas do primeiro lote são numeradas e nós temos a número 1”.
Em busca de parcerias para o projeto, Claudio Martuschelli já se encontrou com empresários e o sub secretário de Cultura, José Luiz Júnior. Otimista, ele segue com as conversas e espera, em breve, implementar o projeto.
Nas redes sociais o colecionador Cláudio Martuschelli pode ser encontrado pelos links: facebook.com/ferreira.claudio.5 ou no Instagram: cmartuchelli. Tel.: (21) 9 6919-5949

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também