10:42 - 27 de maio de 2024.

Ícone de antigos carnavais vassourenses, Beth Asse...

Ícone de antigos carnavais vassourenses, Beth Assed morre aos 74 anos

 em Vassouras

• Professora, que brilhou no Surpresa, Saramandaia e Unidos do Madruga, foi sepultada no Dia de Nossa Senhora da Conceição

Professora apaixonada pela cultura popular, principalmente pelo Carnaval e suas escolas de samba, Elizabeth Freitas Assed, ícone dos carnavais de Vassouras nos anos 1980 e 90 morreu na noite da terça-feira, dia 7, vítima de sepse na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Universitário de Vassouras, onde foi internada após ter sofrido uma trombose. Beth Assed foi sepultada na manhã da quarta-feira, dia 8, feriado da padroeira do município, no Cemitério Nossa Senhora da Conceição, no Centro Histórico. Beth deixa quatro filhos: Gutemberg, Fabíola, Ursula e Fenela e seis netos.
Fluminense de Pureza, terceiro distrito de São Fidélis, no norte do estado, a professora Elizabeth Assed chegou a Vassouras em 1976 ao lado do marido que resolveu, já casado e pai de três filhos, viver a aventura de estudar Medicina. Gutemberg Assed Kiki construiria, a partir daí, uma bela carreira na Medicina, sendo respeitado na região e em várias cidades da Baixada Fluminense. Chegou a ocupar a Secretaria Municipal de Saúde em Engenheiro Paulo de Frontin. A professora talentosa e apaixonada pelo Magistério não demorou a deixar evidente o seu talento – e amor – pela arte. “Mesmo como professora, ela sempre demonstrou essa inclinação. Ensinava Artes para seus alunos das séries iniciais, fugia do lugar comum. Estimulava a criatividade, trabalhando o lúdico. Sempre foi um ponto fora da curva”, lembra o filho mais velho, Gutemberg Assed Kiki Júnior, que além do nome herdou a profissão do pai.
Não demorou para que Beth Assed fosse apresentada ao efervescente Carnaval vassourense dos anos 1970. “Quis o destino que ela conhecesse pessoas ligadas ao Surpresa, como o já falecido Chico Furtado e seu irmão, César. Mais tarde, conheceu Jussara Sayão de Paula Leite, que se tornaria a grande amiga de sua vida e faleceu também este ano. Esse trio a aproximou da escola de samba e, já nesta época, ela se mostrava criativa e muito talentosa na arte de fazer fantasias”, recorda a filha Fabíola Assed, professora e carnavalesca como a mãe e ex-vereadora em Vassouras.
Ligada ao Surpresa até a sua extinção, Beth foi procurada pelo advogado Geraldo Maia, que se aproximara do Bloco Unidos do Saramandaia, do Morro da Vaca. Lá, Geraldo escreveu dois enredos com a ajuda de Beth, que assumiu o posto de carnavalesca com o afastamento de Maia. Foi nesta época que Beth começou a desenvolver enredos autorais. O sucesso no Saramandaia a colocava em contato com nomes históricos da Unidos do Madruga, como Paulo Mandaro, Alvinho Amaral e Deína. “Já havia uma troca de opiniões e algumas encomendas já eram feitas à mamãe. Quando José Alencar assume a presidência do Madruga, já não havia o Surpresa e o Saramandaia já estava no fim de sua jornada. Ela atuou em muitos projetos de sua autoria na Unidos do Madruga. Enfim, mamãe passeou pelos quatro ventos desse período mágico. Como artista autônoma, criou um ciclo de amizade forte com pessoas envolvidas com o carnaval da cidade e pôde deixar sua contribuição em muitos cantos”, afirma Fabíola. Professora, ela lembra a paixão da mãe pelos desfiles cívicos de 7 de Setembro, criando figurinos nas escolas onde atuou, como Regina Coeli e Colégio Estadual Ministro Raul Fernandes, e a contribuição ao Balé da Ziza Academia. “Era uma mulher das artes. Com poucos recursos e pouco material disponível, criava, fazia arte com materiais inimagináveis”.
Diretor de bateria nos anos áureos do tricampeonato da Unidos do Madruga, presidente da escola e um dos responsáveis pela aproximação de Beth da tricampeã, José Alencar Soares Gomes a avalia como “fundamental” para o carnaval vassourense. “Dona Beth no Carnaval foi simplesmente fundamental. Brilhou no Madruga, no Saramandaia, no Surpresa. Fez enredo para o Madruga, para o Saramandaia. Muito inteligente, tinha um conhecimento profundo. E em todas as escolhas de samba-enredo ela estava, prestigiando, apoiando, deixando a sua opinião. Apaixonada pela cultura, pelo samba”, lembra o amigo. Para resumir o amor de Beth pelo samba, Zé Alencar lembra de um domingo de churrasco em sua casa, no Centro. “Eu estava lá, com Fabíola, Zé Paulo, Ana Paula, acho que Zelinha também estava. Um churrasco em Vassouras. E havia a final do samba da Mocidade. Um amigo nosso, o Diego Nicolau, estava na disputa. Resolvemos ir para Padre Miguel. Dona Beth foi junto. E sempre que ela ouvia os sambas concorrentes, sempre acertava o samba vencedor. Ela conhecia muito. E foi sempre uma amiga muito querida”, afirma.
Gutemberg Assed, o filho mais velho, lembra da felicidade que era conviver com Beth, principalmente nos anos de ouro do carnaval de Vassouras. “Lembrar de minha mãe é lembrar da alegria do Carnaval em nossa casa. Nossa casa era uma casa plural. Recebia todo mundo, sem distinção: rejeitados, homossexuais, lésbicas. Com as sobras de fantasias luxuosas, ela fazia verdadeiras obras de arte para que essas pessoas, rejeitadas por uma parte da sociedade, brilhassem na nossa festa mais popular. Rejeitados em outras épocas do ano, eram reis e rainhas do carnaval nas mãos dela. Ela conferia cidadania, amor próprio a essas pessoas. Isso marcou muito a minha adolescência, a minha formação”. Emocionada, a professora aposentada Zenara Paes Gomes falou, durante o sepultamento, do amor de Beth pelo Magistério, destacando o compromisso da amiga com uma educação de qualidade.

Comentários

3 respostas

  1. Tia Beth era brilhante! Cada palavra escrita é sem a menor dúvida, a imagem dela. Vassouras perde um talento sem precedentes. Foi minha professora e deixará saudades. O que acalenta é a certeza que é só um “até breve!”.

  2. Grande mulher , mãe , avó e amiga que, eu tive o privilégio de conhecer e ser amiga ( sempre com a porta aberta de sua casa , nos recebia com sorrisos sempre .Tive a sorte e a alegria de passar grande parte da minha adolescia na sua casa , toda a família muito querida sempre em nossos corações . O céu ficou mais alegre ????????❤️ Descansa em paz querida ????

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também