10:06 - 27 de maio de 2024.

OAB debateu o futuro da advocacia no pós-pandemia

OAB debateu o futuro da advocacia no pós-pandemia

 em Brasil

• Evento contou com palestra do Desembargador André Fontes e vice-presidente da OAB-RJ Ana Teresa Basílio

 A OAB Vassouras organizou no sábado, 11, um evento para debater o futuro da advocacia com o fim da pandemia do novo corona vírus, quando ele acontecer. Para debater o tema, dois nomes importantes do Direito fluminense: a advogada Ana Teresa Basílio, da OAB/RJ e o desembargador André Fontes, desembargador do TRF (Tribunal Regional Federal) 2ª região, participaram do evento, realizado no Centro de Convenções General Sombra. “Na década de 90, quando me tornei advogada, o caminhar na advocacia era através de um passo a passo, uma receita pré-estabelecida. Com a pandemia, a velha advocacia entrou em declínio. Vi colegas falando em aposentadoria quando precisaram utilizar a tecnologia. Confesso que meu coração sangrou. Me vi impotente. Como tudo era novo, a classe foi extremamente prejudicada. Alguns colegas chegaram a passar necessidade financeira. A Caarj montou uma rede de apoio, com cestas básicas e atendimento psicológico on line”, lembrou a presidente da OAB Vassouras, Rosania Figueira, que agradeceu o apoio da OAB RJ durante os momentos mais difíceis. Rosania justificou a importância do evento. “A realidade é que a evolução tecnológica vem transformando o mundo em que vivemos e a área jurídica está se reorganizando como nunca antes. Sabemos que não podemos voltar ao status quo de 13 de março de 2020, com aquela tradicional advocacia, então o que esperar e quais as perspectivas pós pandemia?”.

Antes da palestra, André Fontes, em meio à uma mesa repleta de mulheres, lembrou ser um radical defensor da política de cotas. Lembrando ter participado do julgamento da constitucionalidade da política de cotas no STF, ele elogiou o fato de a OAB ter adotado a política de cotas para estabelecer uma maior participação e negros, pardos e mulheres na direção da entidade. Ana Teresa Basílio destacou a importância de participar de um evento em Vassouras, “um centro acadêmico de grande relevância”. A vice-prefeita Rosi Farias destacou a importância de se discutir a retomada das atividades de maneira responsável. Também esteve presente o vereador Manoel Macedo (PP).
Para Rosania Figueira, a palestra foi enriquecedora. “É sempre enriquecedor ouvir Dra Ana e Dr Andre falando. Estamos em uma nova era e trabalhar de forma mais especializada nos faz conhecer e explorar o que há no direito como um leque de opções. Há um repertório enorme fora do direito crescendo exponencialmente, fazendo com que o pensamento jurídico tradicional fique para trás e com mais tecnologia, conhecimento de mercado, futurismo e empreendedorismo o ‘céu é o limite’”.
Medalha Moema Batista — A OAB aproveitou o evento para entregar a Medalha Moema Batista, criada em 2020 pelo presidente da Caixa de Assistência da Advocacia do Rio de Janeiro, Ricardo Menezes. Referência nacional no Direito Trabalhista, Moema Batista foi a primeira mulher a presidir a Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas, que ela ajudou a fundar no fim dos anos 1980. Ela morreu em julho de 2020, aos 77 anos. A comenda busca eternizá-la.
A comenda foi conferida ao presidente da Fundação Educacional Severino Sombra, Marco Capute, representado no evento pela vice-prefeita Rosi Farias; à secretária de Saúde Larissa Vieira Ramos e aos advogados: Maria das Graças Pimentel, Felipe de Barros Nogueira, Mariana Silva Souza, Regina Celia Pacheco e Eden Botelho de Souza. Participaram do evento ainda a desembargadora aposentada do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Ivone Caetano; Barbara Ewers, presidente da Associação Mulher Advogada da Zona Oeste; e Fábio Batista, coordenador da OAB RJ e CAARJ.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também