12:57 - 24 de maio de 2024.

Representante do Vale do Café é destaque na ExpoQu...

Representante do Vale do Café é destaque na ExpoQueijo Brasil

Queijaria de Valença leva medalha de prata entre quase mil queijos de 12 países e 18 estados brasileiros representados

O evento realizado este mês em Araxá (MG), carimbou o passaporte do município de Valença (RJ) para o seleto grupo de cidades com medalhas mundiais. O feito veio com o queijo Pérola da Du’Vale, mostrando que a tradição dos queijos artesanais resgata para o Vale do Café uma vocação intrínseca: a de apresentar inovações do mercado queijeiro para o mundo. A Du’Vale Queijaria se notabiliza com o premiadíssimo queijo “Pérola”, um tipo Canastra, maturado em uma sala erguida sobre uma rocha típica do Vale Do Café, que mantém naturalmente a temperatura do local, fazendo com que seu sabor e textura se tornem inigualáveis. A propriedade já está na quarta geração da mesma família.

Tradição em Inovações

Foi em Valença que surgiu, em 1920, o popular queijo prato. Colonos dinamarqueses estabelecidos na cidade na tentativa de reproduzir o queijo Danbo, chegaram a este resultado de produto de sabor suave e pouco complexo, muito utilizado pelas famílias brasileiras no preparo de lanches. Em torno do nome, uma curiosidade: como esse queijo tinha um formato cilíndrico baixo, semelhante a um prato, os fiscais do Ministério da Agricultura, que nunca tinham ouvido falar desse tipo de queijo, chamaram-no de “prato” e popularizaram o nome, que rapidamente ganhou preferência nacional.

Hoje o município de Valença conta com dezenas de queijarias artesanais, consagrando-se como uma cidade de grande vocação para o turismo de experiência. Diversas propriedades com diferentes tipos de manejo dão notoriedade aos queijos valencianos. Da cabra às búfalas, do bezerro às vacas, Valença, com seu talento para queijos especiais, é cenário ideal para uma aventura pelas riquezas sensoriais, ao apetite gastronômico e à ambiência histórica, sendo uma das maiores bacias leiteiras do Estado do Rio de Janeiro.

O Vale do Café Convention & Visitors Bureau, entidade que trabalha a promoção do destino no Vale do Café, recomenda uma experiência inesquecível pelo produtor Latte Buono, que tem uma criação orgânica de búfalas ofertando produção de leite e derivados lácteos de búfalas em uma típica fazenda do final do século XVIII.

Já para quem quer se deliciar com uma rota de sabores, pode contar com a expertise da Mundo Woods, operadora turística de Valença ou simplesmente acertar nas compras dos produtos regionais, contando com a Empório Rural.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *