09:22 - 27 de maio de 2024.

Seeduc-RJ leva Barbie para além da caixinha

Seeduc-RJ leva Barbie para além da caixinha

Secretaria promove campanha nas redes sociais em defesa da diversidade e do empoderamento feminino

 

A “caixinha da Barbie” foi recriada. Os vários perfis da boneca mais pop do planeta já estão nas redes sociais da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc-RJ). E é a estudante Lorena Raissa, do Colégio Estadual Professor Ubiratan Reis Barbosa, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, e atual rainha de bateria da GRES Beija-Flor de Nilópolis, quem entra na brincadeira e mostra a versatilidade da Barbie.

A jovem de 15 anos se veste de “nerd”, “popular”, “blogueira”, “atleta”, “fashionista” e “aluna atrasada” para reviver a história da boneca e defender, a exemplo do filme que acaba de estrear nos cinemas, a diversidade, o empoderamento feminino e a inclusão social.

Lorena Raissa foi convidada pela Seeduc para assistir o longa no cinema. Durante a experiência, a jovem terá a oportunidade de ver pautas que estão em alta e sendo discutidas na tela.

— Sempre amei a boneca, mas me perguntava: por que tem dela branca, mas não tantas pretas, iguais a mim? No filme, uma das bonecas que possui destaque é a “Barbie Presidente”, feita por uma atriz preta. O fato de me sentir representada, pela primeira vez, me animou a ir ao cinema — relata a jovem, que, durante muito tempo, só via protagonismo da boneca branca, loura e de cabelos lisos.

Ela destaca ainda que ficou feliz quando viu, no trailer, que o filme traz diferentes tipos de bonecas.

— Tenho muitas Barbies. Lembro que, ao longo do tempo, essas bonecas também tiveram algumas profissões. Poder representar uma Barbie preta foi muito bom, já que essa figura tem um apelo importante, com demandas de diversidade — diz Lorena Raissa.

De forma lúdica, a secretaria pretende incentivar com o post nas redes sociais o empoderamento feminino, a diversidade e a inclusão social. Isso para que os estudantes possam ser protagonistas onde quer que atuem, independentemente de gênero, raça e classe social.

 

Fotos: Sandra Barros /Seeduc-RJ

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também