18:34 - 23 de maio de 2024.

Temporal castiga Vassouras: padeiro perdeu dois ca...

Temporal castiga Vassouras: padeiro perdeu dois carros que foram arrastados pelas águas e foram parar no Córrego do Matadouro/ Rio da Morte

M ó v e i s danificados, roupas, alimentos e carros perdidos. Este é o saldo das chuvas, que castigam Vassouras desde o final de dezembro, provocando alagamentos em ruas, enchentes em casas, quedas de barreiras e árvores nas estradas de acesso à cidade.

Uma das famílias que conta a triste história deste período, é do padeiro Leonardo Henrique Gomes Santiago, morador do Centro, que perdeu dois carros arrastados pela enxurrada. Com a força das águas, os veículos, que estavam estacionados na Rua Galeno Gomes, foram parar no Córrego Matadouro, que corta a localidade.

Os dois veículos foram encontrados na Rua José Monteiro Soares Flho, no bairro Matadouro. Um deles a cerca de
700 metros, próximo ao Mercado Serve Bem. Já o outro foi arrastado pela correnteza por pelo menos um quilômetro, vindo a parar próximo ao número, 814, em frente ao Centro Pastoral, antiga Pastoral da Criança no Matadouro.

Sem seguro, os carros eram utilizados para trabalhos que agregam ganhos à família do padeiro. Os veículos estavam, inclusive, com brinquedos para montagem de recreação em festa, como cama elástica, piscina de bolas, para atender a duas festas que aconteceriam no dia seguinte a tragédia.

Leonardo já contabiliza o prejuízo e sem alternativas disse “que é preciso seguir em frente”. Após o susto, o padeiro
conta resignado que vai continuar trabalhando para minimizar a as perdas provocadas pelo temporal.
– A gente não pode parar e precisamos seguir em frente, mas confesso que começar o ano desta forma é muito triste –
completou o padeiro.

Segundo a Defesa Civil de Vassouras as chuvas diárias, que vem ocorrendo, desde o final do ano, dificultam muito as
ações de recomposição dos locais atingidos pelo temporal. Outro agravante é a umidade do terreno que facilita o deslizamento de terra.

Segundo o site Climatempo a previsão é de chuva até o domingo, dia 15. Já na segunda-feira, 16, o sol volta a aparecer entre nuvens, mas sem chuva. A temperatura sobe com a máxima de 33º.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também