13:40 - 24 de maio de 2024.

Univassouras inaugura novo campus em Saquarema

Univassouras inaugura novo campus em Saquarema

Noite foi marcada pela emoção e participação ativa dos estudantes

 

Uma noite inesquecível para Saquarema e a Univassouras. Mais de quatro mil pessoas participaram da inauguração do Campus Universitário de Saquarema na noite de segunda-feira, dia 25, no Campo de Aviação, em Gravatá. Para o município, mais um passo em direção a fazer de um dos mais importantes destinos turísticos do litoral fluminense também uma cidade universitária. Para a Univassouras, a certeza de estar, com a sua expansão, democratizando o acesso ao ensino superior em cidades do interior fluminense.

 

Presidente da Fundação Educacional Severino Sombra, o administrador Gustavo Amaral lembrou que a inauguração faz parte de um sonho, que nasceu com a prefeita Manoela Peres e o engenheiro Marco Capute, presidente da Fusve até dezembro de 2022. “É mais uma etapa de um sonho. Sonho que se iniciou com o Capute, com o Perez e a Manoela, gestores de Saquarema. Capute acreditou no sonho, passou isso para a nossa equipe, a equipe abraçou o sonho. Estou tendo a hora de participar deste momento de realização deste sonho”. Em números, ele mostrou o tamanho e a ousadia do projeto. “Para a instituição é muito importante. Hoje temos na região, particularmente Maricá e Saquarema, mais de 10 mil alunos. Saquarema já conta 4 mil e 800 alunos, para você ter uma ideia do que se transformou Saquarema para a Univassouras, para a Fundação Educacional Severino Sombra. Com os cursos de pós, cursos técnicos, com a abertura dos novos cursos, temos o potencial de nos tornarmos um campus de mais ou menos 10 mil alunos”, afirmou.

 

Para a prefeita, a histórica noite de 25 de março representa o início de um projeto. “Representa o início de nosso projeto, que é transformar Saquarema em uma cidade universitária. Quando criamos o projeto Conexão Universitária não era só dar bolsa para os alunos, mas também atrair as universidades para cá. Doamos o terreno para que a universidade se instalasse aqui. E isso representa economicamente um crescimento grande. Nosso objetivo é que a cidade não fique voltada apenas para o turismo, mas que seja também uma cidade universitária”, comentou Manoela. O terreno foi disponibilizado pela Prefeitura, já a obra correu por conta da Fundação Educacional Severino Sombra. Gustavo Amaral reafirmou o compromisso da Fusve com o município. “ Todo resultado da instituição aqui está sendo investido na própria cidade. Não somos uma instituição que precise dar lucro, apresentar resultados para acionistas. Temos de ter sustentabilidade e responsabilidade. Mas aqui está nossa contrapartida para a comunidade saquaremense. O dinheiro fica no próprio município, e isso faz parte do legado do Capute, que sempre defendeu este tipo de postura”.

Diretora geral da unidade Saquarema, a professora Denize Cardim era uma das mais animadas com a inauguração do campus. “Hoje é um dia de expectativa, emoção, mas também de sentimento de realização. Esse sonho nasceu lá atrás no coração do nosso saudoso presidente Capute. Foi ele que trouxe essa missão para Saquarema, para que nós pudéssemos implantar aqui uma cidade universitária. A Univassouras entende que o ensino superior é um divisor de águas nas vidas das pessoas. Quando a instituição decide investir em uma cidade como Saquarema, de interior, ela mostra o propósito real da Fundação, que é disseminar e universalizar o acesso ao ensino superior. Motivo de alegria, de orgulho, o dia de hoje. Perceber que a comunidade de Saquarema, em sua maioria oriunda das classes populares, agora encontra um espaço e esse espaço traz a possibilidade da realização de um sonho, de ascensão, de mobilidade social. E entender que a gente faz parte deste processo, com o nosso suor, é engrandecedor. A gente entende que vale a pena, que é a missão. O sentimento hoje é de imensa felicidade”, afirmou. Ela comentou a alegria de perceber o entusiasmo dos estudantes de Saquarema. “Os alunos estão pelos corredores. A gente enxerga no olhar deles um sentimento de pertencimento. Esses alunos já entendem que eles são Univassouras e que a Univassouras é Saquarema. Essa identidade assumida pelos moradores de Saquarema é que dá sentido à causa maior, que é a educação aqui. Os alunos amam a universidade e a universidade abraçou esses alunos de Saquarema. É uma união feliz”.

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também