13:15 - 24 de maio de 2024.

Samba do Domênico aquece verão em Vassouras

Samba do Domênico aquece verão em Vassouras

 em Cultura

• Artista renomado é um dos compositores de samba-enredo de sucesso da Mangueira

Uma tarde de samba, com música redondinha e muito gingado no pé. É assim que promete ser o encontro de músicos e amantes do ritmo mais brasileiro de todos, durante o Samba do Domênico, no próximo dia 8 de janeiro, às 17 horas, na Pousada Mansão Residence, no bairro Carvalheira.
Alex Rocha, produtor de eventos e um dos organizadores da roda de samba, afirma que a procura pelo show vem ganhando bastante adesões do público vassourense e de cidades da região.
– Vamos propiciar aos participantes uma roda de samba, com muita energia boa, em um final de tarde de verão bem brasileiro – disse Alex Rocha.
O sucesso do evento já é de se esperar, uma vez que o compositor e sambista, David Domênico, assina, junto com outros compositores o samba-enredo de sucesso no Carnaval Carioca, entoados nos desfiles da Estação Primeira de Mangueira.
Um deles, que conquistou o público na Marquês de Sapucaí, em 2019, reconta a história do Brasil e cita o nome da vereadora Marielle Franco, morta a tiros em 14 de março no Rio.
Em um dos trechos do samba-enredo da verde e rosa o público aplaudiu os compositores que encantara a multidão com “Quem foi de aço nos anos de chumbo…Brasil, chegou a ve…De ouvir as Marias, Mahins, Marielles, malês”….
Sobre o músico

David Domênico é cantor e compositor, há 31 anos. O início da carreira do artista foi nas disputas de samba do Carnaval carioca, no final dos anos 80, acompanhando seu pai, também cantor e compositor.
Ainda na adolescência já fazia show pela noite. Em 1999, o artista ingressou no grupo de samba e pagode “Deixa Clarear”, que se apresentava nas rodas do eixo Rio-Niterói.
Já em 2004, Domênico participou pela primeira vez do concurso de sambas na Estação Primeira da Mangueira. Dois anos depois, ingressou na ala de compositores da escola, onde permanece, tendo vencido disputas em 2015 e 2019. Foi também cantor de apoio do carro de som da Mangueira de 2012 a 2017.
Nas rodas de samba comandou o projeto “Se é velha, a gente Guarda”, que conta a história do samba, através do universo musical das velhas guardas das mais tradicionais escolas do Rio de Janeiro.
Hoje, comanda o Samba do Domênico, apresentando sambas inéditos do artista e clássicos do samba, com o grupo Samba Manifestação.
Quem quiser participar do Samba do Domênico, os ingressos são limitados e estão sendo vendidos a R$ 40. O evento será no dia 8 de janeiro, às 17 horas, na Pousada Mansão Residence, na Rua José do Patrocínio, 74, bairro Carvalheira. Informações podem ser obitidas pelo telefone 24 99263 1454.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também