09:49 - 27 de maio de 2024.

Secretaria de Estado de Turismo realiza visita no ...

Secretaria de Estado de Turismo realiza visita no Vale do Café

Secretário Gustavo Tutuca entrega carteirinha simbólica do artesão. Gabi Delgado recebeu em nome dos artesãos vassourenses

Viagem faz parte do trabalho de aproximação do Governo do Estado com os municípios do interior

A região turística do Vale do Café recebeu, nesta terça-feira, a visita da Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ). O secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, se reuniu com os prefeitos dos municípios de Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Miguel Pereira e Vassouras. Na ocasião, foram entregues aos artífices locais, que se cadastraram, as carteiras nacionais do artesão e anunciada a realização do primeiro “Fórum Regional do Turismo Fluminense” no Vale do Café, que terá como sede a cidade de Vassouras.

O secretário de Turismo destacou que a aproximação do Governo do Estado com os municípios é fundamental para potencializar políticas públicas que alcancem a população.

– Para o nosso trabalho gerar resultados, de fato, precisa chegar aos municípios. Estamos trabalhando para ter um turismo mais próximo ao interior, dando garantias e impulsionando as potencialidades de cada local e dando o suporte necessário para que o turismo fluminense se desenvolva. Viabilizamos cursos de capacitação em parceria com o TCE, damos suporte técnico de todos os segmentos como turismo religioso, cicloturismo, artesanato, enfim, toda a equipe está aqui para conhecer a realidade do setor no interior e unificar esses dados para que, em seguida, possamos trabalhar na promoção que é o nosso principal objetivo. A partir do segundo semestre nós vamos viajar pelos estados vizinhos ao Rio de Janeiro, divulgando os nossos destinos. O turismo gera empregos diretos e indiretos e tem condições de melhorar a vida da população.  

Em relação à realização do Fórum, o secretário destacou que a data será anunciada em breve.

– Nossa meta é realizar os doze Fóruns, um contemplando cada região turística, até ao final do ano. Estamos acompanhando os índices da pandemia para marcar a data definitiva do primeiro evento que acontecerá aqui no Vale do Café, a região que contempla o maior número de municípios.

Programa Estadual do Artesanato entrega carteiras na região

A ida da equipe da Secretaria de Estado de Turismo a essas cidades proporcionou a entrega da Carteira Nacional do Artesão aos profissionais que se cadastraram. O Programa de Artesanato estadual, vinculado à Setur-RJ, está empenhado em ações que desenvolvam a atividade, principalmente neste momento em que centenas de pessoas perderam seus empregos e estão investindo em trabalhos manuais. Cerca de 60 artesãos receberam o documento que os qualifica, definitivamente, como profissionais.

O secretário Gustavo Tutuca reforçou a importância do artesanato como fonte de renda para milhares de famílias e a preocupação em entregar as carteiras àqueles que cumpriram todas as etapas do cadastramento.

– A pandemia limitou o processo de entrega e de cadastro dos artesãos no estado do Rio. Mas, com toda a segurança necessária, estamos retomando a entrega presencial das carteiras e, ainda em maio, também voltaremos com o cadastro de novos artesãos. A carteira, além de uma identidade profissional, é um direito de cada trabalhador e garante uma série de benefícios, como o acesso ao programa de microcrédito ArtCred RJ.

Um dos artífices que mais comemorou o recebimento do documento foi Agilmar Teixeira, 58 anos, morador de Sacra família, segundo distrito de Engenheiro Paulo de Frontin.

– A Carteira é muito importante porque ela vai abrir portas. A gente vai fazer feiras tranquilo, ter crédito aberto nas lojas, fazer feira estadual, nacional e talvez, quem sabe, até fora do Brasil. Eu trabalho há mais de 25 anos como artesão, tenho oficina montada e uma lojinha. Eu procuro crescer com o artesanato e a Carteira vai me facilitar muito. Hoje eu estou qualificado como artesão profissional.

Já para Gabriela Delgado Pereira, de 33 anos, de Vassouras, a Carteira Nacional do Artesão traz profissionalismo.

– Através do documento as coisas ficam mais fáceis porque podemos participar de cursos, ter descontos nos materiais e muitos outros benefícios. Para mim a Carteira foi um achado porque eu só fazia artesanato em casa e, aos poucos, foi crescendo a vontade de melhorar. Eu faço crochê desde os 8 anos de idade e ele ajuda na parte financeira. Com o documento tudo vai ficar melhor porque vai melhorar a minha produção e eu vou conseguir mostrar mais o meu trabalho.

Entre as características do artesanato da região estão o bordado e a arte sacra em papel, no estilo barroco, além das esculturas inspiradas na época dos escravos. A transformação da palha do milho em flores impressiona pela delicadeza e técnica.

A Carteira Nacional do Artesão é gerada a partir de cadastro no Programa do Artesanato Brasileiro, disponível no site www.artesanatobrasileiro.gov.br.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *