12:34 - 24 de maio de 2024.

Segunda edição do Festival Delícias do Vale movime...

Segunda edição do Festival Delícias do Vale movimenta o Vale do Café

 em Cultura
Após o sucesso da primeira edição, o Delícias do Vale voltou com programação ampliada em 2023. Ao longo de dois finais de semana, o Festival teve shows, divulgação e venda de produtos locais, oficinas e, claro, muita gastronomia.
Neste ano, as organizadoras Maria Inês Oliveira dos Santos e Valéria de Vasconcellos tiveram parceria do Senac, apoio da Setur-RJ e da Universidade de Vassouras. “A Setur-RJ entende a importância de festivais como esse pra economia do Vale do Café. A gestão do secretário Gustavo Tutuca é muito atenta às demandas do interior”, afirma o assessor da Setur e vice-presidente do Preservale Wanderson Farias, que prestigiou os dois finais de semana do evento.
 Entre os dias 19 e 21 o Delícias do Vale foi realizado em Conservatória com a presença do subsecretário de Agricultura do Estado, Felipe Brasil, do presidente da Pesagro Paulo Renato, do presidente da Sicomércio Marcos Torres, o vice-prefeito de Barra do Piraí Hélio Suzano, do presidente do Preservale Nestor Rocha e o vice-presidente da Ascarj Paulo Roberto, entre outras autoridades e representantes de entidades.
Nos dias 26, 27 e 28, o Festival aconteceu em Vassouras na Antiga Estação Ferroviária com a presença do secretário de Estado de Turismo Gustavo Tutuca e do secretário de Estado de Agricultura Dr. Flávio Campos. “Além dos shows e oficinas, a participação de produtores da região foi fundamental. Entre os destaques estão os cafés especiais que fazem parte do APL do Café do Vale do Café. O Festival é muito importante para incentivar os produtores e a gastronomia de qualidade e também movimentar o turismo aquecendo a economia do Vale do Café”, disse Wanderson, que finalizou dizendo que o Delícias do Vale já entrou para o calendário da região e voltará ainda mais forte em 2024.
Mais de 80 estabelecimentos gastronômicos participaram do festival, entre cafeterias e restaurantes, fazendas históricas e produtores do Vale do Café, além de artesãos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também